terça-feira, 30 de março de 2010

Troféu Brasil 2010 - 1 etapa

Demorei mas vou escrever mesmo assim. Domingo foi a primeira etapa do TB 2010. Como foi? Quente demais. O tal calor que esperávamos no Internacional de Santos e que não deu as caras, resolveu se vingar no domingo.

A vantagem de fazer a distância olímpica é que largamos 5 minutos depois dos profissionais, isso quer dizer que podemos fazer o check in das bikes até as 9:00h e não até 7:45h como no amador short. Isso reflete no horário que acordo também, já que saio de São Paulo cedo para fazer a prova e voltar em seguida. Com isso consegui acordar as 5:45 e não as 4:30. Parece pouca diferença mas não é. (quem acorda as 5:45h de domingo e ainda acha isso bom? só nós viu!)

Passei pra pegar a Claudia as 6:40h e tirando um pequeno stress para estacionar o carro conseguimos fazer o check das bikes com 15minutos de sobra. Isso graças a Nilma que pegou nossos kits no dia anterior e levou na barraca da MPR.

O percurso novo é legal. A natação foi tranquila, tirando a luta inicial da primeira volta. Levei e dei bastante soco. Tinha um indivíduo nadando no meu pé (isso economiza bastante energia pra ele) que me irritou. A cada duas braçadas eu já podia esperar a mão dele no meu pé. Essa é a maneira correta de fazer isso. Como a água não é clara você vai tocando no pé do cara da frente e torcendo que ele não seja irritado. Torceu errado, lá pelas tantas bati perna bem forte e senti algo mais duro, devia ser o braço, só sei que não senti mais cócegas depois disso. (todo atleta tem um lado mal, não sou diferente) Depois disso consegui colocar um bom ritmo.

O ciclismo foi muito bom, o percurso ficou melhor na minha opinião. A corrida foi dura, tava muito calor. No final fiquei em um respeitável terceiro lugar. Não foi fácil. Os dois que chegaram na minha frente eram muito fortes. 

Após a prova a tradicional padaria e voltamos pra São Paulo. Uma das coisas mais bacanas de fazer a elite amador é o contato próximo com os profissionais. Não que sejam pessoas distantes, muitos deles treinam e convivem no mesmo meio, principalmente as meninas. Mas vê-los de perto durante a prova e reparar nos detalhes é interessante. É o mesmo percurso, e apesar da diferença de ritmo eles só largam 5min na nossa frente. Durante o ciclismo e a corrida você tem muitas oportunidades de comparar a velocidade deles com a sua. O lado ruim é que todos os seus amigos que fazem o short estão acabando a prova durante o seu ciclismo, e como a premiação é tarde demais, acabam indo embora e você não vê mais ninguém. No final talvez valha a pena acordar um pouco mais cedo e acompanhar a largada do short pra dar uma força pra turma e ver os amigos.

Começamos bem o ano e o campeonato, dia 11 long distance de caiobá.

Fui... ainda doído de domingo

Um comentário:

  1. já te falei, mas vale registrar: Parabéns!

    ResponderExcluir